HomeProdutosInstitucionalServiçosVídeos TécnicosCatálogosPortarias e DicasTrabalhe ConoscoContato
PromoçõesNotícias e EventosClassificadosClientesRádio Só PostoTV Só Posto Busca:

 
Home \ Notícias
Notícias
 
Aviação auxilia geração de riqueza no NE

1Com um crescimento de 8% ao ano, o segmento de aviação executiva tem vislumbrado boas perspectivas de negócios nas regiões Norte e Nordeste do País. Empresários que atuam nos setores de serviços industriais, construção e infraestrutura estão investindo valores a partir de US$ 3 milhões até US$ 22 milhões na compra de jatos a fim de sustentar o volume de viagens para tratarem de negócios.

A TAM Aviação Executiva – representante dos modelos Cessna no Brasil e com 50% do mercado – tem sentido essa migração e já constata 17% de suas vendas concentradas em Estados como Pernambuco, Ceará e Bahia. De acordo com Leonardo Fiuza, diretor comercial da empresa, de uma frota de 270 unidades, 46 estão transportando executivos.

Mesmo com o crescimento das viagens a lazer, o diretor afirma que os seus clientes utilizam os jatos puramente para geração de riqueza. “O crescimento econômico do País e da região têm motivado um grande volume de novos negócios. Empresas que atuavam no Sudeste migraram para a parte de cima do mapa brasileiro. Companhias de médio e grande porte estão comprando para trabalho e não para lazer”, discursa.

 2A Abag (Brasileira de Aviação Geral) divulgou um levantamento que revela que a aviação executiva deve dobrar de tamanho neste ano, com expectativa de atingir US$ 2 bilhões em novos negócios neste ano. Somente para a principal feira nacional da área, a Latin American Business Aviation Conference and Exhibition (Labace) 2011, que acontece em agosto, a previsão é de que as transações alcancem US$ 550 milhões.

2ª frota

O Brasil é detentor da segunda maior frota executiva do mundo, à frente de países como o Canadá e México, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. E, visando esse crescimento, o mercado de aviação executiva se prepara para receber mais 100 novas aeronaves ainda em 2011.

“O tamanho da frota da aviação executiva nacional é mais que o dobro do de nossa aviação comercial”, declara, Francisco Lyra, presidente da Abag. Segundo a entidade, o maior volume de vendas se dará para o transporte de pessoas e equipamentos para plataformas de petróleo, que neste ano deve movimentar aproximadamente R$ 800 milhões.

Todo esse crescimento requer uma maior qualidade na questão manutenção. Para reduzir custos de seus clientes que estão adquirindo aviões para operar no Norte e Nordeste, a TAM AE está investindo R$ 30 milhões na construção de um centro de manutenção de aeronaves na cidade de Aracati, no Ceará.

Segundo a empresa, o novo espaço, deve ser inaugurado em 2012, terá capacidade técnica para efetuar todos os serviços de manutenção e reparos em qualquer modelo da marca Cessna. “A decisão de criarmos esse centro visa poupar deslocamentos e oferecer bons serviços aos nossos clientes”, observou o executivo.

“Investiremos em 2011 no aumento de nossa capacidade de manutenção de aviões, a qual usamos tanto para aparelhos próprios como de terceiros”, revela Fiuza.

A diversificação de atividades é uma tendência do setor. Grandes players nacionais da aviação executiva, além de comercializar aviões, estão investindo em centros voltados a serviços de clientes e terceiros. Além da TAM, a Jet Aviation inaugurou neste ano um complexo no aeroporto de Sorocaba (SP).

Fonte: webtranspo.com.br

 
 
Mapa do SiteCoompostoLinks ÚteisComunidadesLogin
Área Restrita
Cadastre-se!
conheça as vantagens
GEDGON
Copyrigth - Só Posto 2011